A diferença entre Nota, Acorde e Arpejo

Afinal, qual é a diferença entre Nota Musical, Acorde e Arpejo?

Esta é uma dúvida muito comum entre os músicos iniciantes, e as vezes, até mesmo para aqueles que já tocam há algum tempo.

Mas a explicação é bem simples.

Vamos lá:

Nota-X-Acorde-X-Arpejo
Descubra a diferença nota, acorde e arpejo.

O que é uma Nota Musical?

Uma nota musical é o resultado da produção de um único som.

Como exemplo, temos uma nota musical quando tocamos somente uma corda do violão, contrabaixo, ukulele, guitarra e etc…

Outro exemplo é quando tocamos somente uma tecla de um teclado ou piano.

Nestes casos, temos uma nota musical.

O conceito de nota musical está relacionado com a melodia.

Importante: não podemos dizer que uma nota musical é maior ou menor. Esta característica se aplica aos acordes e arpejos.

Uma nota é só uma nota.

O que é um Acorde?

Quando tocamos 3 ou mais sons (notas) simultaneamente, temos um acorde.

Vamos aos exemplos:

Ao tocar pelo menos 3 cordas do violão ao mesmo tempo, temos um acorde.

Também podemos produzir acordes, ao tocar ao mesmo tempo, 3 ou mais teclas de um teclado ou piano.

O conceito de acorde está relacionado com a harmonia.

Importante: existem diversos tipos de acordes, com características distintas, como por exemplo, maiores, menores, aumentados, diminutos e etc…

O que é um Arpejo

Ao executar as notas do acorde sucessivamente, ou seja, uma logo após a outra, podemos dizer que temos um arpejo.

O arpejo herda as características do acorde.

Por exemplo: se tocamos sucessivamente as notas de um acorde menor, podemos dizer que temos um arpejo menor.

Vídeo: a diferença na prática

Assista a nossa videoaula e saiba identificar pela sonoridade, o que é uma Nota Musical, um Acorde e um Arpejo.

>> Aproveite para se inscrever no nosso Canal do Youtube!

Dúvida comum: Dedilhado é Arpejo?

Muitas vezes os conceitos de Dedilhado e Arpejo se confundem.

Isto acontece, pois quando montamos um acorde e o tocamos por meio do dedilhado, temos um arpejo.

Mas podemos dedilhar, utilizando além das notas do arpejo, notas de passagem e outras notas da escala.

Ao utilizar estas notas adicionais no acorde, estamos de certa forma “fugindo” um pouco do conceito de arpejo.

Pondo em prática

Entendeu a diferença entre notas, arpejos e acordes?

Então pegue o seu instrumento e tente tocar cada um deles.

Lembre-se que a música é feita de sons. Portanto, experimente tocar tudo o que você aprende na Teoria Musical.

Falando nisso, já conhece a nossa sessão super linda de Teoria Musical?

Corre lá pra conhecer!

Bons estudos!

Acelere Seu Aprendizado Musical

Já imaginou dominar tudo sobre FORMAÇÃO DE ACORDES, ESCALAS, CAMPO HARMÔNICO, LEITURA DE PARTITURA, RITMO E MODOS GREGOS?

Pois é, temos um material completo e riquíssimo para que você possa aprender todos esses assuntos: Nosso Combo 5 em 1 da Teoria Musical e Harmonia.

São 5 e-books sobre todos esses assuntos + 2 aulas sobre harmonia no tom menor + áudiocurso sobre intervalos para treinar seu ouvido.

E o melhor de tudo, tudo isso com uma condição incrível: Leve 5 e pague 1.

Confira todos os detalhes de oportunidade clicando no botão abaixo.

Quero saber mais!

Deixe um comentário